Sexagem de Embriões

Esta tecnologia não é só utilizada nos Estados Unidos, Canadá, Europa e Japão. Já é possível usa-lá a campo no Brasil. Trouxemos esta tecnologia para o Brasil após termos feito o curso na universidade de Washington, nos Estados Unidos, em 2004. Aqui, já nasceram muitas fêmeas com o programa do Embrião Sexado.

Como funciona esta técnica?

Através da biópsia do embrião, ou seja, retirada de uma minúscula amostra de células, podemos obter a amplificação do DNA e detectar a presença ou não de uma parte do cromossomo y – específico do macho em cada embrião. Este método exige mão de obra altamente qualificada e treinada, associada a aparelhos tecnológicos e eficazes. Usando a tecnologia da sexagem de embriões podemos identificar e transferir apenas os embriões de fêmeas.

Porcentagens de AcertoVoltar para o topo

Justamente pelo processo de sexagem se basear na identificação do macho (cromossomo Y), a sexagem dos embriões machos é certeira e eficiente, não há perigo no descarte dos embriões machos, pois uma vez identificados no processo, o acerto é 100%. Um macho identificado no gel nunca será uma fêmea. Esta técnica apresenta um índice de acerto de 95%, ou seja, há possibilidade de um embrião ser sexado como fêmea, e, no entanto, pela pouca quantidade de DNA (biopsia pequena ou embrião mais fraco) ser macho.

Vantagens e DesvantagensVoltar para o topo

Como principais vantagens da sexagem de embriões associada à coleta e transferência de embriões estão: permitir um menor número de nascimentos de machos no rebanho, conseqüentemente levando a diminuição de partos distócicos nas novilhas já que sabemos que as gestações de machos causam 25% a mais de partos distócicos do que as gestações de fêmeas, principalmente em novilhas. Permitir um volume menor de receptoras, pois somente os embriões de fêmeas serão transferidos, desta forma, não é necessário ter um rebanho paralelo, evitando os riscos sanitários.

As desvantagens referem-se às possibilidades de falha no processo bioquímico, impedindo a obtenção dos resultados, a diminuição no índice de prenhes cerca de 5 pontos percentuais, a impossibilidade de biopsiar 100% dos embriões (só biopsiar os de qualidade 1 e 2).

Galeria de Imagens - Clique para ver as imagens ampliadas